Menu fechado

Cerca de 70 cervejarias do país já estão utilizando o primeiro barril de cerveja 100% reciclável e produzido em PET da América Latina, o BeerKeg. Em contrapartida, aproximadamente 150 cervejarias artesanais solicitaram informações sobre o produto.

 

Lançado no mês de junho, o barril feito de PET começou a ser fabricado em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, e está sendo visto como uma alternativa mais prática e econômica pelos proprietários de cervejarias artesanais.

“Recebemos encomendas para todo o ano de 2016 e a nossa capacidade de fabricação é ainda maior”, explica um dos sócios do BeerKeg, Eduardo de Liz Martins.

O barril de PET tem capacidade para armazenar 30 litros de chope e pesa apenas 640 gramas, ou seja, é 13 quilos mais leve do que o tradicional barril de inox.  O produto está disponível para pronta entrega e o preço varia de R$60 a R$85, dependendo do volume e modalidade de contrato.

MENOR CUSTO – Aldo Schmitz, proprietário da cervejaria Schmitz Bier House, conta que a principal vantagem do Beerkeg é a economia no custo final. “O preço não tem concorrência no Brasil. Para nós, o barril 100% reciclável já está permitindo a exportação da cerveja para regiões mais distantes – sem a taxa de frete de rerorno, necessária no caso dos barris de inox, e sem o custo ocasionado pela possível perda de barris”, conta Aldo.  “Outra vantagem é que a taxa para envio do beerkeg também é menor, tendo em vista que o barril de PET é muito mais leve do que um barril de inox”, completa Aldo.

O proprietário da cervejaria Palta, Vinicius Pinto Sampaio da Cruz, testou e aprovou o BeerKeg. Os pedidos de barril que serão utilizados pela Cervejaria Palta devem alcançar a marca de 70 barris por mês.

“Vamos utilizar o barril 100% reciclável em nossas operações dentro e fora do Paraná”, declarou o empresário. “Fizemos o teste e, comparando com o barril de inox, o BeerKeg apresentou os mesmos resultados no processo de embarrilamento e na extração do chope para consumo final, facilitando ainda mais o processo por ter menor peso”, relatou Vinícius.

O empresário também destaca o fato do produto estar disponível para pronta-entrega. “Por ser uma empresa brasileira, temos menor custo para compra e facilidade no atendimento e na entrega”, mencionou.

Já o proprietário da cervejaria Perro Libre, Thiago Galbeno, comprou sete pets BeerKeg há dois meses e está trocando todos os seus barris. “Vamos substituir 100% dos nossos barris pelo BeerKeg. Estamos lançando uma nova linha de cervejas experimentais para o público cervejeiro e queremos colocar toda esta linha nos barris reciclados”, relata Thiago. Ele conta que a nova linha de cervejas será distribuída em 11 estados. “Muitos cervejeiros passarão a conhecer o Beerkeg por meio da nossa cerveja”, completa Thiago.  O uso do Beerkeg pela cervejaria Perro Libre já está sendo divulgado na página da cervejaria no facebook.

Necessidade – O uso do BeerKeg pode reduzir e muito o custo da cerveja artesanal. Isso porque a maioria dos barris recicláveis que existem no mercado são importados.

Um dos idealizadores do barril reciclável, Renato Araújo, conta que o uso do barril importado aumenta o custo do litro da cerveja em, aproximadamente, R$4,00 “Precisávamos reduzir este custo”, explica Renato.

Ele também conta que para chegar a um preço competitivo eles desenvolveram a matéria-prima do produto, o design, a válvula, a alça do barril, todo o processo de sanitização e a migração de oxigênio. “Já a máquina que fabrica o BeerKeg foi projetada pelos sócios e montada na China, com peças européias e americanas”, conta Renato.

unnamed (5)unnamed (4)

cerestb@gmail.com

Fonte: Barril 100% reciclável reduz custos e conquista cervejarias artesanais – Paranashop

WhatsApp chat