Menu fechado

A 75 (foto acima) é um bebida especial, receita dos Monges Trapistas. Foto: Arquivo Pessoal

Lúpulo, malte, fermentação, levedura, maturação. Esses são apenas alguns dos nomes mais comuns no vocabulário de quem se interessa e dedica a estudar e produzir cerveja artesanalmente, como é o caso do vargem altense Doni Grillo, 27 anos, que vem se destacando nesse ramo.

Cervejeiro de “fundo de quintal”, Doni conta que o interesse e a paixão que nutre por essa bebida fermentada, surgiu há um ano atrás ao assistir uma reportagem sobre a fabricação de cervejas artesanais na Região Serrana do Estado.

A partir daí o jovem começou a pesquisar, estudar e fazer cursos on-line para aprender as técnicas de fabricação. A produção doméstica só começou no início deste ano. “Como não era uma quantidade grande, só dez litros, dei um pouquinho pra uma pessoa aqui, outra ali, e cobrei um pouquinho para ajudar nos custos”, conta o cervejeiro.

A bebida foi aprovada e os degustadores começaram a pedir mais. O sucesso está sendo tão grande que Doni já precisou aumentar o tamanho das panelas. “Agora já aumentei a quantidade e estou fazendo umas cervejas mais especiais, gourmets”. Hoje o jovem conta com a ajuda do pai, Donizete Grillo, para fabricar as bebidas.

A cervejaria é conhecida como Dus Grillos. Foto: Arquivo Pessoal

A cervejaria é conhecida como Dus Grillos. Foto: Arquivo Pessoal

Na carta, atualmente ele trabalha com seis estilos fixos como a Prima, uma Índia Pale Ale mais amarga. Já para quem gosta de uma bebida mais leve e menos alcóolica, a sugestão é a Tropicalque leva coentro e laranja. Outra que vem fazendo sucesso é a Tropicante que leva um ingrediente bem diferente e exótico, a pimenta.

Uma outra bebida muito especial que já entrou na carta é a 75, uma cerveja gourmet receita dos Monges Trapistas, que leva o dobro de malte, açúcar mascavo e tem um tempo maior de maturação. Além destas, ele possui outras opções de cerveja e chopes.

“A cervejaria ‘Dus Grillo’ é um projeto que desenvolve cervejas para pessoas jovens e inteligentes, que ao invés de procurar beber muito, preferem beber melhor”, explica o cervejeiro.

Doni é um dos poucos no Sul do Estado a se dedicar ao processo de fabricação artesanal. O que começou com curiosidade, hoje já virou paixão. “Comecei a gostar de fazer cerveja, me apaixonei pela estrutura toda que tem em você fabricar uma cerveja e no final ver ela pronta, de qualidade, pura, de saber como ela chega na sua mão. O sabor é totalmente diferente”, explica.

Em breve o vargem altense irá participar de um concurso de fabricação de cervejas artesanais em São Paulo. Para a competição ele está trabalhando em uma cerveja bem especial.

 

Serviço:

Cervejaria Dus Grillos

Telefone: (28) 99901-1056 – Doni Grillo
Instagran: @donigrillo

Fonte: Jovem inova e investe na fabricação de cerveja artesanal em Vargem Alta – Rádio Conexão

WhatsApp chat